Página Inicial Notícia

CONTRA O AEDES AEGYPTI  22/01/2016 Para manter quadro de dengue controlado, Franco da Rocha conta com ajuda dos munícipes

Para manter quadro de dengue controlado, Franco da Rocha conta com ajuda dos munícipes

Os cuidados contra o mosquito Aedes Aegypti, que transmite a Dengue, Chikungunya e Zika Virus, não pode parar. Sendo um o maior território da região, Franco da Rocha, segue lutando para evitar que essas doenças atinja os munícipes.

Os meses de março a abril são os mais críticos devido às fortes temperaturas e a quantidade de chuva, que normalmente acontece no final da tarde. Por isso, todos devem se mobilizar para evitar que a água fique parada e que o mosquito se prolifere.

Um levantamento feito pelo Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) em 2015, e atualizado em janeiro deste ano, apontou que dos casos confirmados em Franco da Rocha, 714 foram autóctones (quando a doença é contraída dentro do município) e 19 importados (que vem de outro município).

Os bairros Vila Machado, Vila Rodrigues, Parque Vitória, Chácara Santo Antônio, Portal Estação, Estância Green Valey, Vila Palmares, Parque Monte Verde, Chácara São José, Jardim Primavera e Lago Azul são os que têm o maior número de casos, onde o cuidado deve ser redobrado.

Em Franco da Rocha, não foi constatado nenhuma morte por conta das doenças e a quantidade de casos não é alarmante. Mas, para que a situação continue controlada, moradores e comerciantes do município devem continuar tomando os cuidados necessários para que não haja a proliferação do mosquito.

Saiba quais são os cuidados necessários:

- Manter a caixa d´água sempre fechada adequadamente.

- Remover folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.

- Não deixe a água da chuva acumulada na laje.

- Lave semanalmente, com escovas e sabão, os tanques utilizados para armazenar água.

- Mantenha bem tampados tonéis e barris d´água.

- Encha de areia até a borda os pratinhos dos vasos de planta.

- Se você tiver vasos de plantas aquáticos, troque a água e lave o vaso, principalmente por dentro, com escova, água e sabão pelo menos uma vez por semana.

- Guarde garrafas sempre de cabeça para baixo.

- Entregue seus pneus velhos ao serviço de limpeza urbana ou guarde-os sem água em local coberto e abrigados da chuva.

- Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada. Não jogue lixo em terrenos baldios.

Conheça as ações que o setor de combate à dengue tem preparado para janeiro e fevereiro:

- Visita casa a casa nos bairros mais críticos.
- Vistorias nos pontos estratégicos (cemitérios, borracharias, locais que trabalham com reciclagens).
- Vistorias em imóveis especiais (escolas, postos de saúde, prédios públicos).
- Capacitação para os agentes de saúde.
- Reuniões ampliadas com diversos setores da prefeitura (Meio Ambiente, Defesa Civil, Infraestrutura, Habitação, Educação, etc).
- Palestras.

Conheça também os sintomas do zika vírus, Chikungunha e Dengue no item "ANEXOS".

(Texto: Ewerton Geniseli)

Arquivos Anexos Clique na seta para download

Descrição Data Tamanho Baixar
Sintomas 22/01/2016 212.36 KB