Página Inicial Notícia

SAÚDE PÚBLICA 22/02/2017 ACORDA FRANCO: O combate contra o Aedes Aegypti não pode parar

ACORDA FRANCO: O combate contra o Aedes Aegypti não pode parar

O setor de Vetores e Zoonoses de Franco da Rocha, está realizando um amplo trabalho de combate ao mosquito Aedes Aegipty, desde o início do ano, com diversas vistorias em residências por toda a cidade.

As visitas nos bairros do município foram intensificadas desde o dia 28 de janeiro, onde os agentes, desde então, já realizaram cerca de 600 inspeções, em busca de locais que possam oferecer algum risco de proliferação do Aedes Aegypti, alertar para a população a importância de não baixar a guarda e manter a residência limpa e longe do risco de contrair a dengue, ou as outras enfermidade causada pelo mosquito, como chikungunya e Zika.

Durante as vistorias, o bairro do Lago Azul foi o que mais chamou a atenção do Setor de Vetores e Zoonoses, onde existe a suspeita de muitos focos do Aedes naquela região. Além disso, Vila Bela, Vila Josefina, Jardim União, Jardim Alice e Parque Vitória já receberam os agentes em suas ruas. Cada uma das visitas conta com 70 agentes, entretanto, algumas residências não permitem a inspeção. Sendo assim, o setor pede para que a população colabore, por uma questão de saúde pública.

A próxima grande ação acontece no primeiro final de semana de março, no sábado (04), com as equipes indo à campo no Jardim Cruzeiro, Vila Bazu e Vila Ida. O serviço não para e na semana seguinte, também no sábado (11), os agentes vão passar pelos bairros da Vila Eliza, Vila Lanfrachi e Parque Lanel.

A gestora do Setor de Vetores e Zoonoses, Jussara Lins, alerta para a importância da participação da população nesse combate. “O ano passado a gente teve um excelente trabalho com relação ao combate à dengue. Ou seja, o poder público fez sua parte, realizando mutirões, cata-treco e campanhas educativas. As escolas municipais também fizeram seus trabalhos com as crianças que levaram as orientações para casa e que conseguiram conscientizar os pais de que cada um precisava fazer sua parte. Então nós tivemos o poder público fazendo sua parte e a população fazendo a sua. O resultado disso foi um número positivo de combate ao Aedes Aegypti”, explica.

Porém, o combate ao mosquito não pode parar nunca. “A gente precisa unir as nossas forças, população e poder público para que alcancemos resultados positivos também em 2017”, finaliza a gestora.

Saiba o que você pode fazer em sua residência para evitar que o mosquito Aedes Aegipty se espalhe e acabe colocando em risco a vida de seus familiares e vizinhos.

- Mantenha bem tampados tonéis e barris de água;
- Remova folhas, galhos e o que mais impedir a água correr pelas calhas;
- Mantenha as caixas d'água bem fechadas;
- Feche bem os sacos de lixo e deixe-os fora do alcance de animais;
- Pneus devem ser colocados em locais fechados;
- Encha os pratinhos dos vasos de plantas com areia até a borda;
- Troque a água dos vasos de plantas aquáticas e lave-os com escova, água e sabão uma vez por semana;
- Mantenha as garrafas viradas com a boca para baixo, evitando o acúmulo de água;
- Lonas para cobrir objetos ou entulhos devem ser bem esticadas para evitar poças d'água.