Página Inicial Notícia

INFRAESTRUTURA 10/12/2019 Alunos da Escola Estadual Elvira Parada Manga participaram de plantio de mudas no Parque Pretória

Alunos da Escola Estadual Elvira Parada Manga participaram de plantio de mudas no Parque Pretória

Para conscientizar a população sobre a importância da preservação das árvores e das florestas, a fim de incentivar a proteção do meio ambiente, a prefeitura, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Habitação promoveu nesta quinta-feira (5), um plantio de mudas no bairro Parque Pretória, na rua Bem-te-vi,  e contou com a participação de crianças da Escola Estadual Elvira Parada Manga.

Veja fotos da ação.

Estudantes do 2° ano do ensino fundamental participaram da plantação. Acompanhados pelo diretor José Carlos e das professoras Maria Cicera e Gleice Nolli, os alunos formaram fila e se organizaram em dupla para iniciar a plantio.

Camilly Vitória dos Reis, de 8 anos, disse que nunca havia plantado nada antes, a partir disso, não esqueceria esta vivência. “Essa foi a minha primeira vez. Eu plantei duas mudas com a minha amiga e estou me sentindo tão alegre, espero poder ver essas árvores enormes”, contou.

Com intuito de trazer benefícios à natureza, o trecho da rua Bem-te-vi, recebeu cerca de 75 mudas de árvores. Segundo a bióloga Helga Otaviano, foram plantadas 5 espécies de árvores, sendo, paineira, ingá, sangra d’água e a quaresmeira, de origem brasileira. 

“Essa ação auxilia no equilíbrio ecológico e na recomposição da mata ciliar, evitando o assoreamento do córrego. Além de manter a temperatura do microclima urbano, há melhora no ar e é oferecido alimento para a fauna”, declarou Helga.


Sobre as espécies das árvores

Paneira é uma árvore de grande porte, quando floresce chama atenção devido ao tamanho das pétalas, geralmente o florescimento é em fevereiro e permanece até o final de abril. Já a sangra d’água é de médio porte, floresce em janeiro e seus benefícios (sementes) atuam em prol da fauna.

A árvore frutífera ingá ajuda a fortalecer o solo por ser rica em vitamina A e é comum em regiões próximas a lagos e rios. Os nutrientes do fruto também podem beneficiar os moradores, visto que contém sais minerais, essenciais para o bom funcionamento do organismo. Por fim, a quaresmeira, típica do território brasileiro, é considerada de porte pequeno a médio e a floração ocorre duas vezes ao ano, despontando abundantes flores arroxeadas.

Texto: Heloísa Maia - Foto: Danielle Magalhães