Nova formação do Conselho Municipal da Diversidade Sexual toma posse em evento no Centro Cultural

Entre os objetivos do conselho estão criação e fiscalização de políticas públicas voltadas à promoção dos direitos e cidadania da população LGBTQIA+

A Prefeitura e o Conselho Municipal da Diversidade Sexual realizaram na última sexta-feira (6) a cerimônia de posse da nova formação do Conselho Municipal da Diversidade Sexual (CMDS). A cerimônia aconteceu no Centro Cultural Newton Gomes de Sá e apresentou uma série de performances artísticas encenadas pelos conselheiros, trazendo ao público presente as percepções e vivências da comunidade LGBTQIA+.

Clique aqui para ver as fotos da posse.

Estiveram presentes na cerimônia, a vice-prefeita Lorena Oliveira, o secretário executivo do Gabinete, Brandino Celeguim, o secretário adjunto de Cultura Adilson Cunha, a secretária de Saúde, Thais Rivera, além de integrantes da antiga formação do CMDS e seus familiares.

O Conselho da Diversidade Sexual tem por finalidade propor políticas públicas relativas aos direitos das lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, queers, intersexuais, assexuais e outras orientações, atuando na fiscalização, acompanhamento e sugestão de políticas públicas pela promoção da cidadania deste público, além de articular melhorias na prestação de serviços nas áreas da saúde, educação, segurança e empregabilidade. A nova formação atuará pelos próximos dois anos.

Com a plateia cheia, a cerimônia contou com apresentações dos conselheiros com encenações de momentos enfrentados pela população LBGTQIA+, como a violência de gênero; dificuldade de inclusão no mercado de trabalho; discriminação em razão da sua orientação; violência em diferentes ambientes; agressões físicas; rejeição e solidão.

As apresentações foram acompanhadas por projeções de manchetes de jornal e vídeos com grande repercussão na mídia e redes sociais, evidenciando a luta da comunidade em busca de igualdade de direitos e garantia da cidadania.

Em meio às cores do arco-íris, danças e performances, a plateia se emocionou com as cenas tocantes, mas também dançou e cantou ao som de “Flutua”, canção de interpretada por Johnny Hooker e Liniker, que narra a busca pela liberdade para viver o amor.

O presidente eleito do CMDS, Edmar Almeida, lembrou que a homossexualidade foi tratada como doença até a década de 1990 e que esse aspecto triste da história se relaciona com a cidade de Franco da Rocha, que teve como símbolo o Hospital Psiquiátrico do Juquery.

“Muitos de nós, naquela época, estaríamos nessas instituições de saúde, e hoje, se observarmos os artistas do acervo do Museu de Arte Osório Cesar, vemos que existe muita luta desde aquela época, desde a busca pela arterapia até a retirada da homossexualidade da lista internacional de doenças, e o CMDS atua justamente nessa frente, na luta de todas as pessoas diversas por uma sociedade mais inclusa, diversa e segura para vivermos”, expressou Edmar Almeida.

Projetos para o novo mandato

Entre os projetos para a nova gestão, estão a criação de leis em prol e promoção da igualdade de gênero; empregabilidade à comunidade LGBTQIA+; capacitação e formação sobre temáticas que envolvam a comunidade; eventos ao longo do mandato com apoio de empresas, Prefeitura e ONGs.

Atualmente, os conselheiros estão trabalhando na elaboração da programação da Semana da Diversidade Sexual, que será celebrada entre os dias 19 a 30 de junho, com participação de todas as secretarias da gestão e empresas do município.

O presidente Edmar Almeida destacou ainda a importância da atuação dos conselheiros representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Renan Alves Ferreira Costa, como titular, e Ana Paula Udvari, como suplente, terão na busca pela retificação de nome e gênero nos documentos da população LGBTQIA+.

“Isso é um avanço para a comunidade e nem todos os cartórios do Brasil têm disponibilizado esse direito. Por isso, vamos fazer a indicação ao cartório do município para a retificação de nome e gênero nos documentos, para que nenhum preconceito ou limitações causem qualquer dano material, ideológico, ou patrimonial à nossa comunidade”, finalizou o presidente do CMDS.

Texto e fotos: Luana Nascimento


Publicada em • Leia mais sobre |
Desenvolvido por CIJUN
ATENÇÃO!
A partir das 16h de sexta-feira (28/06), o sistema tributário da Prefeitura de Franco da Rocha passará por uma manutenção e estará inoperante até o dia 01 de julho (segunda-feira). A emissão de nota fiscal de serviços não será afetada, no entanto pode haver instabilidades.
Para emitir Nota Fiscal de Serviço a partir de 01/07
Para fechamento do movimento mensal ou eventuais cancelamentos de notas fiscais e declarações referentes ao mês de 06/2024 acesse:
A previsão de normalização é terça-feira (02).