Prefeitura e DAEE dão continuidade na construção dos piscinões EU-08 e EU-09

Os piscinões atuam retirando certa quantidade de água do sistema de drenagem de galerias, canais ou rios, quando este sistema está mais cheio

Piscinão EU-08, localizado em frente à avenida Tonico Lenci

Como um meio para combater as enchentes e garantir melhorias no saneamento básico da cidade, a Prefeitura de Franco da Rocha segue se empenhando na construção dos piscinões EU-09, localizado entre a estação Baltazar Fidélis até o centro, e o EU-08, localizado em frente à avenida Tonico Lenci. As obras acontecem em parceria com o Departamento de Águas e Energia Elétrica do governo do estado de São Paulo (DAEE).

Esses piscinões (reservatórios de detenção) atuam retirando certa quantidade de água do sistema de drenagem de galerias, canais ou rios quando este sistema está mais cheio, situação recorrente em períodos de fortes chuvas, por exemplo. Ambas as obras irão complementar o piscinão AV-03, já em funcionamento na cidade, que possui capacidade para acumular 240 mil metros cúbicos de água da chuva.

“Com esses piscinões em funcionamento, a nossa resiliência em questão de chuva vai melhorar exponencialmente. Entre duas a três horas de chuva forte, essa água ficará segura nos reservatórios e não vai chegar ao centro com tanta rapidez”, explicou o secretário de Licenciamento e Planejamento Urbano, Eduardo Martins.

Piscinão EU-08

O reservatório tem capacidade para armazenar 274 mil metros cúbicos de água da chuva e terá dois bolsões ocupando uma área de 100 mil metros quadrados, entre a avenida Tonico Lenci, estrada da Biquinha, rua Paula Francinete da Silva e rua Conceição da Silva. Sua área também inclui os bairros Chácara São Luiz, Portal da Estação, Jardim Santo Antônio e Vila dos Comerciários. 

No momento, as equipes de obras estão realizando a escavação da bacia, construção das estruturas de controle de vazão e microdrenagem do entorno.

Segundo Eduardo Martins, o piscinão EU-08 desempenha um papel importante na contenção de águas. “Ele possui uma barragem que, a partir de um certo nível do rio, retém o excesso de água, agindo como um amortecedor. Esse excesso é acumulado atrás da barragem até que o piscinão atinja sua capacidade máxima. Esse processo pode levar algumas horas, dependendo do volume de água. Quando a barragem atinge seu limite durante uma chuva prolongada, o extravasor entra em ação, liberando o excedente de água para o centro”. 

No entanto, mesmo com o extravasor em funcionamento (dispositivos de segurança que servem exclusivamente para escoar grandes volumes de materiais que se acumulam na Rede de Esgotamento Sanitário – SES), a quantidade de água que chegará ao centro é significativamente menor do que seria sem a presença da barragem. Essa é a função essencial do piscinão: mitigar os impactos das chuvas intensas e evitar inundações.

A construção do piscinão EU-08 está prevista para ser finalizada no início de 2026.

Piscinão EU-09

A construção do reservatório EU-09, no Ribeirão Eusébio, começa na estação Baltazar Fidélis da CPTM (Vila Bela) e vai até o centro da cidade e possui capacidade para acumular 92 mil metros cúbicos de água.

Os muros de contenção já foram finalizados e servem para retardar a água que vem da chuva, impedindo que chegue em grande volume no centro.

As obras estão previstas para serem finalizadas até o fim deste ano.

Texto: Lívia H. Magalhães – Foto: Orlando Junior


Publicada em • Leia mais sobre |
Desenvolvido por CIJUN
ATENÇÃO!
A partir das 16h de sexta-feira (28/06), o sistema tributário da Prefeitura de Franco da Rocha passará por uma manutenção e estará inoperante até o dia 01 de julho (segunda-feira). A emissão de nota fiscal de serviços não será afetada, no entanto pode haver instabilidades.
Para emitir Nota Fiscal de Serviço a partir de 01/07
Para fechamento do movimento mensal ou eventuais cancelamentos de notas fiscais e declarações referentes ao mês de 06/2024 acesse:
A previsão de normalização é terça-feira (02).