3º Fórum da Diversidade discute empregabilidade, direito à cidade e inclusão para o público LGBTQIAPN+

O evento contou com a participação de ativistas e especialistas para debater a ampliação de políticas públicas para a comunidade LGBTQIAPN+

A Prefeitura e o Conselho Municipal da Diversidade Sexual (CMDS) encerraram junho, mês dedicado a celebrar a luta e o orgulho LGBTQIAPN+, com a Semana da Diversidade, evento com uma programação completa para debater a criação de políticas públicas para a comunidade, ampliação de direitos, combate a retrocessos e dar visibilidade à comunidade. 

Clique aqui e confira as fotos do fórum.

Para iniciar a semana, na segunda-feira (24), foi aberto o 3º Fórum da Diversidade, com o tema “empregabilidade LGBT+”. O presidente e o vice-presidente do CMDS, Edmar Almeida e Erick Biazini, iniciaram o evento pontuando a importância de celebrar a diversidade, mas também de reivindicar direitos e dar voz às pautas defendidas pela comunidade.

A representante do CMDS e especialista em Educação, Herbe Discórdia, manifestou a necessidade de apoio aos estudantes LGBTs+ no âmbito da educação. “Nós, profissionais da educação, temos que agir e cobrar ações de combate ao preconceito, conscientização e respeito nas escolas, para ser um espaço seguro e acolhedor para os LGBTs, evitando episódios de violência, bullying e até mesmo evasão escolar, que leva ao subemprego e falta de qualificação para o trabalho”.

Debatendo empregabilidade LGBT+, o fórum recebeu o diretor de Desenvolvimento Regional da Prefeitura, Heber Farias, que apresentou projetos da administração municipal, como o Circuito Lilás, que ofertou mais de 400 vagas, o “Programa Nosso Olhar”, que incentiva a independência financeira de mulheres cisgênero e transgênero.

A mediadora e integrante do CMDS, Rose Gouvea, fez questão de homenagear a anfitriã do restaurante Santo Gole, Eva Machado, que abriu as portas de seu estabelecimento para a realização do fórum e que emprega trabalhadores LGBTs e incentiva os comerciantes locais a seguirem o exemplo, colocando em prática o discurso de inclusão e construção de uma sociedade mais igualitária.

Importantes nomes da causa LGBT+ de Franco da Rocha e região marcaram presença no fórum, como a ativista da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), Laryssa Raniel; a drag queen fundadora do bloco Minhoqueens, Mama Darling e a coordenadora do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), Helena Luchino, que desenvolve o programa “Saúde para as Monas, Minas, Manas e Manos”, na Secretaria de Saúde, com ações de prevenção e acolhimento em locais onde residem ou trabalham as populações mais vulneráveis.

O coletivo Mobatará, apresentou o projeto “Entre Atlânticas”, grupo que conduz pesquisas sobre práticas poéticas, teatrais e audiovisuais como instrumento de emancipação, com a participação de Beatriz Nauali e Didio Gonçalves; os representantes da OAB de Franco da Rocha, Dr. Renan Alves e Dra. Daiane Aguiar, e a representante do CMDS. A drag queen Tchaka também marcou presença no evento com alegria e informação sobre seus anos de experiência na parada LGBT+ de São Paulo.

CirQueer, o coletivo de artistas circenses de Franco da Rocha, apresentou performances em todos os dias do fórum, e na quinta-feira (27), o grupo exibiu o documentário de vídeo dança “Égide” durante a roda da conversa sobre “Museus e Histórias da Diversidade”, sob mediação do gestor do Acervo do Museu de Arte Osório Cesar (MAOC) Elielton Ribeiro, com participação do curador do MASP, David Ribeiro, Herbe Discórdia e do gerente de conteúdo do Museu da Diversidade Sexual, Tony Boita. 

Na sexta-feira, o Centro Cultural Newton Gomes de Sá abriu as portas para receber o CatWalk das Divas, com a participação da Laryssa Raniel; da drag queen Lilian Paixão; da miss e rainha do rodeio de Jaguariúna, Fabiana Ramos, e mediação de Verona Fierce. Brilhando na passarela, o fórum apresentou um casting de 15 mulheres para demonstrar toda a força do empoderamento e celebrar a diversidade com o apoio de empreendedores da cidade. 

Texto: Luana Nascimento – Foto: Orlando Junior/Luana Nascimento


Publicada em
Desenvolvido por CIJUN
ATENÇÃO!
A partir das 16h de sexta-feira (28/06), o sistema tributário da Prefeitura de Franco da Rocha passará por uma manutenção e estará inoperante até o dia 01 de julho (segunda-feira). A emissão de nota fiscal de serviços não será afetada, no entanto pode haver instabilidades.
Para emitir Nota Fiscal de Serviço a partir de 01/07
Para fechamento do movimento mensal ou eventuais cancelamentos de notas fiscais e declarações referentes ao mês de 06/2024 acesse:
A previsão de normalização é terça-feira (02).