Referência: Seleção Brasileira de Skate treina na pista do Parque Municipal

Ganhando cada vez mais expressividade e se tornando referência na modalidade, a pista de skate do Parque Benedito Bueno de Morais foi palco da sessão de treinamento da Confederação Brasileira de Skate (CBSK) na última terça-feira (9).

Cerca de 10 integrantes da CBSK, entre atletas e comissão técnica, estiveram em Franco da Rocha para a preparação das competições dos próximos meses, que fazem parte da corrida para as Olimpíadas de Paris em 2024.

Um dos destaques da seleção brasileira de Skate Street Feminino e atual campeã da STU Porto Alegre, Gabi Mazzeto, se prepara para o pré-olímpico da etapa de Roma, na Itália, e elogiou a pista da cidade. “Sempre quis conhecer a pista de Franco da Rocha. Ela é diferente e oferece bons obstáculos, o que nos ajuda muito nos treinamentos e na preparação para as etapas. Para ser sincera, se eu tivesse uma pista como essa perto de onde eu moro estaria feliz demais, então aproveitem”, ressaltou Gabi.

O veterano no skateboarding e coordenador técnico do Park e Street da CBSK, Júlio Detefon, comentou que desde quando começou a integrar a CBSK, há 15 anos, a modalidade que já foi marginalizada por muito tempo no Brasil passou por processos que tornaram o país referência no cenário mundial. “Uniforme, fisioterapeuta e preparação para as disputas foi algo que o Brasil iniciou. Fomos o primeiro país a nos organizarmos como seleção no mundo. Isso é a prova de que o Brasil continuará sendo uma potência por muitos anos”.

Na última sessão, o atleta João Lucas Xuxu finalizou seu treinamento com supervisão do consultor técnico da CBSK, Rogério Mancha. Ambos também enalteceram a qualidade da pista e falaram da preparação para as próximas etapas do pré-olímpico.

“A pista é bem completa e com os obstáculos em uma altura ideal, o que facilita o encaixe de uma manobra mais técnica. Estou focado no meu físico, mas principalmente na saúde mental que é essencial para chegarmos fortes e com a confiança lá em cima nessa corrida por Paris”, explicou o João.

“Estamos nos planejando desde o fim das olimpíadas no Japão, trabalhando para seguir evoluindo junto com a história do skate brasileiro. E a pista de Franco da Rocha está fazendo parte dessa nossa preparação, não viemos de longe à toa. É uma ótima pista e, vocês que moram aqui, aproveitem ao máximo esse ótimo equipamento que é fruto da atenção que a cidade deu para o skate”, disse Mancha.

A CBSK planeja retornar futuramente para Franco da Rocha antes dos jogos de Paris e manterá a cidade no mapa de treinamentos da seleção.

Texto: Jorge Henrique Ramos – Foto: Orlando Junior


Publicada em
Desenvolvido por CIJUN
ACOMPANHE O BOLETIM DA DENGUE