Atletas de Franco da Rocha participam de peneira realizada pelo São Paulo Futebol Clube

Na última terça-feira (15), o Campo Armando de Sá, localizado dentro do Parque Benedito Bueno de Morais, foi palco para a peneira da base do São Paulo Futebol Clube, conduzida pelo olheiro Rodrigo Zimerman.

Veja fotos da peneira

A parceria entre Franco da Rocha e o São Paulo Futebol Clube teve início a partir do interesse da base do time paulista que, por intermédio do deputado Kiko Celeguim, propôs uma avaliação para que o projeto pudesse ser concretizado. Em seguida, por meio de uma reunião realizada entre a secretária de esportes Ireide Santos e o coordenador de captação do São Paulo, João Paulo Daniel, as datas para a realização das peneiras foram definidas.

Treinados pela professora Nayara Oliveira, os 50 inscritos da categoria sub-11 demonstraram saber lidar com a pressão e os desafios que o mundo do futebol proporciona, assim como o lateral-direito Enzo Guedes, de 11 anos, que estava confiante pelo seu desempenho deixado em campo.

O craque do jogo pela última partida da Copa Liga Paulista de Futsal, campeonato inédito conquistado pelo sub-11 de Franco da Rocha, sempre sonhou em ser jogador e expressou tranquilidade após a partida: “Já participei de outras peneiras e de campeonatos. É muito legal jogar com os meus colegas e ter essas chances”.

Nem mesmo o sol do meio-dia foi capaz de conter os jovens que estavam ansiosos para disputar uma vaga nas equipes de Cotia.

Divididos por times formados aleatoriamente, os atletas atuaram, em média, de 20 a 30 minutos, acompanhados de amigos e familiares que, da arquibancada, torciam e incentivavam a criançada.

Ao final das avaliações, os jogadores se reuniram para ouvir o supervisor Rodrigo Zimerman, que arrancou elogios à performance e entrega dos pequenos franco-rochenses.

“Foi um prazer fazer parte desse projeto que auxilia jovens atletas. Deixo meus parabéns aos jogadores e à equipe da Secretaria de Esportes da cidade.”

Além disso, o observador explicou quais são as próximas etapas do processo: “A ideia é que os selecionados passem de uma a duas semanas em Cotia, onde treinamos nossa categoria de base e, caso o atleta se encaixe nas necessidades da equipe, ele será direcionado ao grupo fixo”.

“O São Paulo tem um perfil traçado do atleta que ele busca, que de início atenda às exigências técnicas que procuramos. Acreditamos que seja através da base que formamos nossos jogadores”, explicou o observador.

As inscrições para os treinos de futebol pela Prefeitura podem ser feitas diretamente no CSU, localizado dentro do Parque Municipal Benedito Bueno de Morais.

Texto: Lívia H. Magalhães – Foto: Orlando Junior


Publicada em
Desenvolvido por CIJUN
ACOMPANHE O BOLETIM DA DENGUE