Audiência Pública reúne sugestões para a construção do Plano Municipal da Pessoa com Deficiência

A reunião foi um grande passo para Franco da Rocha se tornar uma cidade cada vez mais inclusiva com a construção coletiva de políticas públicas voltadas às pessoas com deficiência

A Prefeitura e a Câmara Municipal de Franco da Rocha realizaram na última quinta-feira (22), a Audiência Pública da Pessoa com Deficiência. O encontro, transmitido ao vivo pela TV Câmara no YouTube, teve como foco ouvir as contribuições da população para a construção do Plano Municipal da Pessoa com Deficiência.

Confira fotos da audiência pública.

Participaram da atividade, a presidenta do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Adriana Silva Elidio; a vice-prefeita Lorena Oliveira, o chefe de gabinete Brandino Celeguim; o secretário de Governo Alexandre Chaves; a secretária adjunta da Educação Iraci Silva; a secretária da Saúde Thais Rivera; a secretária de Esportes Ireide Santos; a secretária adjunta de Assuntos Jurídicos Aline Pedroso, além de vereadores municipais e público presente, em sua maioria mães de crianças atípicas.

Na fala de abertura, o assessor técnico pedagógico da Prefeitura, professor Thiago Basílio, ressaltou a importância da união do poder público e da população para que Franco da Rocha se torne uma cidade cada vez mais inclusiva, a partir da construção coletiva de políticas públicas voltadas às pessoas com deficiência.

“Quando as pessoas com deficiência ocupam novos espaços, surgem novas demandas. E isso é muito positivo para podermos olhar a partir da perspectiva dessas pessoas e saber a direção que devemos seguir para garantir a elas, direitos, acolhimento e respeito, não em um modelo médico de atendimento, que muitas vezes pode ser capacitista, mas sim, em um modelo social, que ofereça acesso e autonomia a essa população”, ressaltou o professor.

A reunião contou com a participação virtual da secretária Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, Anna Paula Feminella. A secretária apresentou ao público o programa Viver Sem Limite, do Governo Federal, voltado para a promoção dos direitos de pessoas com deficiência em todo o Brasil.

A presidenta do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Adriana Silva Elidio falou também a importância do diagnóstico das pessoas com deficiência, ressaltando ainda a necessidade de que o poder público providencie dados para se saiba com clareza quantas pessoas com deficiência vivem no município e quais são essas deficiências, para garantia da efetividade das políticas públicas.

Em seguida, o microfone foi aberto para o público para que os técnicos da Prefeitura ouvissem os questionamentos e sugestões da plateia. Entre as mães, profissionais da educação e usuários dos serviços oferecidos pela prefeitura, todos os participantes tiveram suas demandas ouvidas e encaminhadas.

Ao final da audiência pública, o professor Thiago Basílio celebrou a possibilidade de reunir usuários e técnicos para ouvir as demandas de mães que lutam por melhores condições para seus filhos e buscar resolução de questões pontuais.

“Política pública se faz desta forma, com escuta e acolhimento. O poder público precisa ouvir os encaminhamentos de vocês, usuários, para que possamos evoluir juntos. Todos esses encaminhamentos serão acompanhados pelo Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência para a construção coletiva das melhores soluções e do Plano Municipal da Pessoa com Deficiência”, encerrou o professor.

Texto: Luana Nascimento – Foto: Orlando Junior


Publicada em • Leia mais sobre |
Desenvolvido por CIJUN
ACOMPANHE O BOLETIM DA DENGUE
Atendimentos | 21 de maio
Por motivo de treinamento aos servidores municipais, o atendimento ao publico sofrerá alterações no setor de Dívida Ativa e Protocolo, com atendimento até 12h30.