Juquery abrigará Escola de Gastronomia Social, Restaurante Pedagógico e Escola de Governo; reforma dos prédios segue em ritmo acelerado

A Escola de Gastronomia Social do município de Franco da Rocha é um projeto de inclusão e transformação social que busca formar e preparar pessoas em situação de vulnerabilidade social para o mercado de trabalho

Seguindo com a iniciativa de revitalizar antigos prédios do Complexo Hospitalar do Juquery para que a população franco-rochense possa voltar a frequentar o espaço, tão importante para sua história, a Prefeitura tem agora um novo projeto saindo do papel. Os edifícios, que já abrigaram um Hospital Dia, estão sendo reformados para dar lugar à Escola de Gastronomia Social, Restaurante Pedagógico e a Escola de Governo.

Projeto voltado à inclusão e transformação social, a Escola de Gastronomia busca formar e preparar pessoas em situação de vulnerabilidade para o mercado de trabalho. Além disso, a proposta se alinha ao planejamento da Prefeitura de ressignificar os espaços ociosos do complexo, tornando-se um marco histórico para o município.

Realizada por meio da Secretaria do Governo, a reforma do prédio vai proporcionar uma estrutura completa para os alunos, com dois laboratórios, sendo um de cozinha quente para atender até 30 alunos e outro de panificação, além de uma confeitaria para atender até 20 alunos por turno, sala de aula teórica, laboratório de informática, restaurante pedagógico e banheiros/vestiários com acessibilidade.

O terreno apresenta uma área total de aproximadamente 2 mil metros quadrados, com área construída de aproximadamente 480 metros e seis edifícios de alvenaria.

Neste momento, as equipes estão realizando uma reforma de cobertura, demolição de pisos, demolição de paredes e um reforço estrutural, além da construção de novo prédio e encanamento de esgoto. Na próxima etapa, começa a instalação e revestimento de pisos, portas, janelas e toda parte hidráulica e elétrica.

Idealizadora do projeto que nasceu a partir de suas vivências com a gastronomia social em Fortaleza, a coordenadora do Centro Solidário de Capacitação e Qualificação Profissional, Marilia Buonavita, falou sobre a importância da escola gastronômica na vida dos jovens.

“A proposta da escola de gastronomia social vai muito além de formar e preparar nossos jovens franco-rochenses para o mercado de trabalho, mas também vai promover e fomentar o processo criativo desses jovens para que ocorra de fato uma mobilidade social, e que todos consigam alcançar seus maiores objetivos”.

Já a Escola de Governo, que funciona atualmente no Paço Municipal, também ganhará uma nova sede, com mais espaço e comodidade para seguir com disponibilizando capacitação para desenvolver os servidores municipais em competências e habilidades que corresponderem aos desafios da gestão pública contemporânea.

Vale ressaltar que toda reforma respeita as diretrizes de preservação. A apresentação do projeto ao CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) mostra a responsabilidade e diálogo com órgãos competentes na preservação do patrimônio, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da região.

A reforma tem previsão de término para o mês de junho.

Texto: Carlos Augusto Dornelles – Foto: Orlando Junior


Publicada em • Leia mais sobre | |
Desenvolvido por CIJUN
ACOMPANHE O BOLETIM DA DENGUE
Atendimentos | 21 de maio
Por motivo de treinamento aos servidores municipais, o atendimento ao publico sofrerá alterações no setor de Dívida Ativa e Protocolo, com atendimento até 12h30.