Grupo Yorubá Capoeira realiza IX Batizado e troca de cordas no Centro Social Urbano

Por meio dos projetos “Oficina de Capoeira” e “Escola Aberta”, os mais novos capoeiristas passaram pelo processo tradicional da graduação da capoeira e, ao final, receberam seus certificados

O último sábado (11), ficou marcado por muita celebração no Centro Social Urbano, no Parque Municipal. No final de semana de comemoração do Dia das Mães, os mais novos capoeiristas da cidade emocionaram suas famílias com uma grande conquista em suas vidas.

Clique para conferir as fotos do batizado.

Crianças que participam dos programas Oficina de Capoeira e Escola Aberta, realizações da Secretaria de Esportes junto à Secretaria da Educação e Cultura, com idade entre 6 a 15 anos, deram seus primeiros passos no esporte. Os alunos atendidos nas Emeb Arnaldo Guassieri, Emeb Donald Savazoni, Emeb Paulo Cardoso de Azevedo, Emeb Maria Aguilar Hernandez, Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), CSU e nas quadras dos bairros Parque Paulista e Parque Santa Delfa, conquistaram sua primeira e segunda graduação (1ª e 2ª corda).

Dirigido pelo contramestre Tico e pela graduada Dendê Kátia, idealizadores do grupo Yorubá, o evento reuniu capoeiristas de diversas regiões, desde o litoral até o Nordeste, que participaram do processo tradicional de graduação na capoeira, em que o mestre precisa derrubar o aluno em uma das lutas.

Entre tantos nomes de referência da capoeira, estava o “Mestre Véio”, a quem o contramestre Tico direcionou fortes agradecimentos pelos anos de ensinamentos. “Em 1994 ingressei na capoeira e desde então não saí mais. Agradeço ao Mestre Véio que me apresentou essa linda arte que hoje faz parte da minha vida”, expressou.

O secretário interino de Esporte e professor de handebol, Aguinaldo Soares, junto à supervisora do programa Escola Aberta, Márcia Benga, reforçou a importância da prática esportiva desde a infância e como a capoeira tem crescido a cada dia na cidade.

“No dia a dia, eu vejo o quanto esses profissionais são dedicados, desde às sete horas já temos atividades no Parque e nos polos. A capoeira tem sido essencial no município e é esse o nosso objetivo, fortalecer a ideia de que essa arte é cultura, educação, respeito e dedicação”.

Texto e foto: Lívia H. Magalhães


Publicada em • Leia mais sobre |
Desenvolvido por CIJUN
ACOMPANHE O BOLETIM DA DENGUE
Atendimentos | 21 de maio
Por motivo de treinamento aos servidores municipais, o atendimento ao publico sofrerá alterações no setor de Dívida Ativa e Protocolo, com atendimento até 12h30.