Defesa Civil apresenta operação do sistema de sirenes de alerta para temporais aos moradores do núcleo Alexandre Magno

Franco da Rocha foi uma das três cidades selecionadas pelo Governo do Estado para receber o equipamento

A Prefeitura realizou neste domingo (21), uma reunião com moradores do núcleo Alexandre Magno, no Jardim dos Reis, para apresentar a operação do sistema de sirenes de alerta para temporais. Franco da Rocha foi selecionada pelo Governo do Estado, junto às cidades de São Sebastião e Guarujá, para receber o equipamento, que tem como objetivo preservar vidas, avisando a população com o máximo de antecedência possível em caso de temporais e risco de deslizamento de terra.

Veja fotos do encontro.

Participaram do encontro o chefe de Gabinete da Prefeitura, Brandino Celeguim; a diretora de Preparação da Defesa Civil do Estado, capitã Lidiara Lenarduzzi; agentes da Defesa Civil Municipal; as secretárias de Assistência Social e Habitação e Regularização Fundiária, Elaine Kipp e Ana Carolina Alencar, além do vereador Kinho Andrade.

A sirene é parte de um conjunto de obras implementadas pela Prefeitura e Governo do Estado para minimizar o impacto das chuvas, alagamentos e das mudanças climáticas. O equipamento é composto pela sirene, aviso luminoso e um pluviômetro, aparelho usado para coletar e medir a quantidade de chuva do local.

O acionamento pode ser feito de forma remota ou pelo próprio equipamento com base em análises e monitoramento das condições climáticas. A partir daí, são emitidos avisos sonoros aos moradores com alertas sobre a necessidade de deixarem suas casas para garantia da segurança de todas as famílias.

Ao apresentarem o funcionamento da sirene e sons de alarme, as equipes também orientaram os moradores sobre percepção de risco, autossalvamento, rotas de fuga, ponto de encontro, local do acolhimento provisório, atendimento de saúde, assistência social, habitação, entre outras necessidades em caso de acionamento do equipamento.

A Prefeitura já realizou um simulado para treinamento de evacuação em caso de deslizamento com a comunidade da rua Alexandre Magno. O núcleo está localizado próximo à rua São Carlos, local onde aconteceu a tragédia do deslizamento de terra que vitimou 18 pessoas há dois anos.

Desta forma, buscando a ampliação de estímulos para prevenção capazes de evitar ou minimizar desastres, a Defesa Civil do Estado de São Paulo contemplou o município com uma sirene de alerta.

“A interação com a comunidade é fundamental para garantirmos a preservação da vida. Buscamos levar o máximo de conhecimento possível para que os moradores estejam alerta e capacitados para identificar situações de risco, além de se sentirem confiantes em acionar a Defesa Civil para uma melhor avaliação da área, integrando as ações do poder público com a sociedade civil por meio do Núcleo de Proteção e Defesa Civil (Nupdec)”, relatou assessora de gestão da Defesa Civil, Samantha Zduniak.

A previsão das equipes é que a sirene entre em funcionamento no início do próximo mês.

Texto: Luana Nascimento – Foto: Dalmir Junior


Publicada em • Leia mais sobre
Desenvolvido por CIJUN
ATENÇÃO!
A partir das 16h de sexta-feira (28/06), o sistema tributário da Prefeitura de Franco da Rocha passará por uma manutenção e estará inoperante até o dia 01 de julho (segunda-feira). A emissão de nota fiscal de serviços não será afetada, no entanto pode haver instabilidades.
Para emitir Nota Fiscal de Serviço a partir de 01/07
Para fechamento do movimento mensal ou eventuais cancelamentos de notas fiscais e declarações referentes ao mês de 06/2024 acesse:
A previsão de normalização é terça-feira (02).